Produtividade e Saúde Mental dos Colaboradores

Produtividade e Saúde Mental dos Colaboradores

Um colaborador feliz é 31% mais produtivo, três vezes mais criativo e vende 37% mais. É o que concluiu um estudo da Universidade da Califórnia e que acende um alerta para a necessidade de ter um ambiente mais alegre nas empresas.

Felicidade no trabalho nem sempre tem a ver com salário. Passamos muito mais tempo trabalhando do que em momentos de lazer, então é primordial tornar as horas no trabalho mais leves e prazerosas.

Investir na qualidade de vida dos colaboradores traz resultados para os negócios. Várias pesquisas revelam que a produtividade do profissional está totalmente ligada ao seu bem estar físico e psicológico.

E se pensarmos nos medos e incertezas que a pandemia trouxe, é ainda mais importante falarmos em saúde mental. Neste artigo, trouxemos sugestões de ações positivas para promover o equilíbrio entre a saúde e a produtividade nas empresas.

Estresse e produtividade não combinam

Já parou para pensar que o estresse pode se tornar a principal causa da baixa produtividade no trabalho? E, em seu estado mais grave, pode chegar a se tornar uma patologia de exaustão extrema, a chamada Síndrome de Burnout.

O termo tem origem inglesa e significa “esgotamento”. O impacto desse esgotamento na saúde tem consequências devastadoras tanto no ambiente corporativo quanto no familiar.

A exposição a um ambiente de trabalho ruim, chefias tóxicas, sobrecarga, imposição de tarefas com pouco sentido para o profissional e ausência de feedback são os principais fatores de risco para uma queda significativa na produtividade.

Tudo isso gera um estado de ansiedade e estresse, mal estar e consequentemente a queda no engajamento e no desempenho do colaborador. E dependendo do perfil comportamental de cada um, ainda será preciso lidar com a falta de comprometimento ou até mesmo com sabotagens contra os resultados.

Portanto, é muito importante estabelecer políticas que favoreçam a saúde mental dos colaboradores. Um ambiente de trabalho saudável evita casos de afastamento por transtornos mentais e gera a produtividade.

Investir na saúde mental gera produtividade

Organizações que querem aumentar o bem-estar dos seus colaboradores, devem levar em consideração diversas questões importantes e investir em ações que promovam harmonia entre saúde e produtividade:

  • Melhore a comunicação: o diálogo constante e um bom entrosamento traz um laço de confiança entre todos. Essa reciprocidade facilita, inclusive, a identificação de erros na empresa.
  • Incentive a individualidade: dê às pessoas a oportunidade de escolher hábitos e comportamentos saudáveis que tenham maior significado para cada um.
  • Promova a liderança inclusiva: quando as pessoas se sentem aceitas e ocorre o feedback positivo dos gestores, aumenta a percepção de bem-estar no ambiente e melhora a dinâmica da equipe.
  • Use estratégias para o bem-estar: equipes podem estabelecer juntas objetivos em comum e adotar hábitos saudáveis para aumentar o desejo de permanecer na empresa e melhorar o relacionamento com os clientes.
  • Tenha clareza sobre os objetivos: Entenda quais fatores são importantes para o bem estar do profissional e estabeleça o diálogo para, juntos, definirem estratégias para as demandas.
  • Identifique indícios de estresse: Tenha interesse em identificar as insatisfações, ouça o colaborador e mostre o interesse em ajudá-lo. Frente a sinais de ansiedade e depressão, promova ações junto à equipe para aumentar a qualidade de vida e evitar que o estresse se amplie.
  • Não seja perfeccionista: De nada adianta se esforçar para ser produtivo, mas deixar de lado as necessidades básicas para se sentir bem. Valorize a qualidade de vida do colaborador para que haja a boa entrega de resultados.
  • Ofereça as ferramentas certas: certifique-se de que sua empresa fornece as ferramentas necessárias para a saudável produtividade.
  • Tenha políticas internas que afetem positivamente o bem estar de todos;
  • Combata qualquer tipo de atitude negativa, como assédio e bullying;
  • Fomente a discussão confiável e sem tabus sobre a saúde mental;
  • Estimule o diálogo entre a liderança e os seus funcionários;
  • Ajude o funcionário a gerenciar suas atividades;
  • Elogie sempre as qualidades e potenciais de cada colaborador;
  • Avalie o desempenho do colaborador através de relatórios justos;
  • Valorize com feedbacks humanizados e construtivos;
  • Ofereça oportunidades de crescimento na empresa.

Equilíbrio para a produtividade 

Aqui estão dicas que aparentemente podem parecer simples, porém são de grande valor para equilibrar a produtividade de todos os profissionais que integram a empresa: funcionários e gestores.

Dica 1 – Cuide da alimentação

Há três principais áreas que aumentam a produtividade do cérebro: memória, cognição e bem-estar. Consuma proteínas de boa qualidade e carboidratos variados, que fornecem os nutrientes necessários para o pleno funcionamento do organismo, fortalecendo a mente e estimulando a criatividade.

Dica 2 – Pratique atividade física

Fazer exercícios alivia o estresse e as preocupações do dia a dia. Não importa qual, o importante é escolher uma modalidade que te faça se sentir bem, sempre com orientação profissional. Assim, a rotina de atividade física não vira obrigação, mas sim prazer e alegria, criando uma conexão entre cérebro e corpo.

Dica 3 – Movimente o corpo

Mexa-se também durante o expediente. Evite ficar o tempo todo sentado em frente ao computador. De tempos em tempos, levante, alongue o corpo e caminhe pelo escritório. E não se esqueça: hidratação é imprescindível, então tenha sempre uma garrafa de água ao seu lado.

Dica 4 – Descanse bem

O descanso é fundamental para que o cérebro e o corpo se recuperem todos os dias. Relaxar, se divertir, aproveitar momentos de ócio e ter boa qualidade do sono garantem benefícios neurológicos, ajudam na criatividade, motivação e capacidade de adaptação a novas situações.

Dica 5 – Gerencie o tempo

Passamos muito tempo do dia nos aplicativos de conversas e redes sociais, checando e-mails e lendo notícias. Isso faz com que desviamos nosso foco e trabalhamos além do horário. O ideal é disciplinar essas ações e determinar uns minutos do dia para isso. O bom gerenciamento do tempo pode ajudá-lo, sem impactar a produtividade.

Dica 6 – Desligue a mente

Não é saudável passar o tempo todo com um dispositivo eletrônico na mão. Ansiedade e irritação são sentimentos que impactam negativamente na nossa criatividade e produtividade. Discipline isso na sua rotina e experimente desligar o wi-fi a partir de certo horário e nos finais de semana. Isso vai te reabastecer para o trabalho.

Dica 7 – Valorize a gratidão

O poder da gratidão é imensurável. E tudo indica que somos muito mais produtivos quando somos gratos e recebemos gratidão. Saber praticá-la nos prepara para uma mentalidade positiva e de sucesso. Agradecer a tudo e a todos influencia nossas emoções e saúde, inspira a mesma atitude em outras pessoas e abre muitas portas, quebrando paradigmas e nos incentivando a alcançar nossas metas.

Colaboradores felizes são mais criativos e produtivos. Investir na qualidade de vida do funcionário é primordial para evitar o estresse, preservar a saúde mental e garantir o crescimento da organização.

Afinal, além de nossa capacidade técnica e intelectual, todos somos acima de tudo seres humanos com inteligência emocional e espiritual. A combinação de tudo isso é o segredo da produtividade.

E nós podemos ajudá-los a trilhar esse caminho de sucesso.

Fale com a gente!

Texto por Fabiola Iunck

Foto de Maksim Goncharenok no Pexels