Gamificação no ambiente de trabalho

Gamificação no ambiente de trabalho

Cases de sucesso e dicas de jogos para engajar sua equipe

A gamificação é um método de aprendizagem divertido, lúdico e funcional. O processo usa a dinâmica de jogos para desenvolver ações de engajamento, motivação e colaboração nas empresas.

O principal objetivo da gamificação é incentivar a resolver problemas em troca de pequenas recompensas. Pode ser utilizada para motivar ações e comportamentos ideais no ambiente de trabalho.

A estratégia funciona em qualquer área da corporação. No RH, é aplicada nas dinâmicas das ações de onboarding para ajudar os recrutadores na avaliação das capacidades, habilidades e comportamentos dos candidatos. O setor de vendas também se beneficia com a gamificação. Com os jogos, é possível desenvolver a colaboração e o foco nas metas da equipe, sua relação com o cliente e a prospecção na jornada de compra do público-alvo.

Como aplicar a gamificação no ambiente corporativo?

Você pode empreender ideias de gamificação com os líderes de cada departamento da empresa. A dinâmica de jogos consiste em usar pontuações e rankings, fases, missões e objetivos claros.

Selecionamos algumas dicas e ideias interessantes para implementar a gamificação no ambiente corporativo. Confira:

Gincanas

Tradicional, lúdica e divertida, a gincana pode acontecer no ambiente físico ou virtual, com jogos, desafios, concursos, métodos de rankings, caça ao tesouro e competições que propõem desafios inspiradores para a equipe.

Jogos de tabuleiro

Em jogos de tabuleiro na empresa, uma situação é criada, regras são estabelecidas, desafios e prazos propostos para que os jogadores interajam e busquem soluções na empresa. Com os objetivos alcançados, as recompensas chegam.

Board Games

Já consolidado no mercado de games, o Board Games é uma versão avançada dos jogos de tabuleiro. Mistura o estilo dos videogames com o já consagrado jogo de tabuleiro, oferecendo uma excelente oportunidade de interação.

Role Play

As técnicas do Role Play são utilizadas em dinâmicas, treinamento de equipes e desenvolvimento das habilidades dos líderes. É um jogo que estimula a criatividade e reflexão sobre as atitudes por meio da interpretação da realidade para solucionar problemas.

Um facilitador distribui os papéis, estabelece regras e delimita espaço e tempo do jogo. Os participantes encenam diferentes papéis em cenário lúdico. Para que o Role Play funcione bem, espontaneidade e improviso são fundamentais.

Jogos de Imersão

Uma verdadeira febre no mercado, os jogos de imersão podem atrair participantes para sua gamificação. Eles estimulam um senso de urgência e comprometimento para atingir a meta do jogo.

Nos jogos de imersão, como o próprio nome sugere, a pessoa é transportada para dentro do jogo, seja ele real ou virtual. Através da realidade virtual, os jogadores vivem uma experiência única e mergulham em um novo mundo, com qualidade cinematográfica.

Escape Games

Modalidade de game interativo, inspirado em gêneros do videogame, onde o jogador tem que se esforçar para escapar de dentro do jogo. As pessoas são trancadas em salas temáticas e devem resolver enigmas com sua equipe, enquanto o cronômetro regride.

O principal objetivo é conseguir sair do ambiente em um tempo limite. Para conseguir salvar a situação, é necessário usar o raciocínio lógico e seguir todas as pistas.

Ótima maneira para trabalhar o espírito em equipe e o trabalho sob pressão, você não acha? O jogo também estimula as habilidades individuais dos participantes, a organização, concentração e produtividade.

Siga os exemplos

Separamos alguns cases que comprovam a eficácia da gamificação. Confira as ações planejadas por essas empresas e descubra qual delas combina mais com a realidade do seu negócio.

Google

A gigante de tecnologia Google utiliza a gamificação por meio de uma dinâmica para conscientizar seus colaboradores sobre as despesas de viagens a trabalho.

A estratégia incentivou os funcionários, pois o dinheiro poupado é direcionado para seus próprios salários, com possibilidade de doá-lo a uma instituição de caridade.

Microsoft

A Microsoft possui diversos requisitos de identificação de idiomas para seus produtos. Para ter certeza de que as traduções estavam corretas e faziam sentido, ela recorreu à gamificação.

Com o jogo “Qualidade da Linguagem”, os participantes visualizavam telas para verificar a precisão do idioma. A empresa incluiu traduções ruins de propósito para ver se os funcionários estavam prestando atenção.

Como resultado, 500.000 telas foram revisadas por 4.500 usuários, que corrigiram ou melhoraram as traduções baseados em seus idiomas nativos.

Nike

A Nike estimulou a competitividade dos seus colaboradores com a campanha NikeFuel, que monitorou o tempo de atividade física diária de cada um por um aplicativo no smartphone.

Os resultados foram transformados em pontos, com os quais o participante poderia obter troféus e recompensas especiais.

Domino’s

Os recém-contratados da popular pizzaria participaram de um jogo onde eles poderiam entender rapidamente todo o fluxo de trabalho e os segredos de produção da empresa.

O resultado foi um onboarding rápido, eficiente e divertido, que integrou os novos funcionários e garantiu a eles recompensas e reconhecimento.

Case de sucesso no Brasil

Pesquisadores da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e da Universidade Técnica de Berlim desenvolveram um jogo de tabuleiro para profissionais absorverem conteúdo sobre a Indústria 4.0, conhecida como a 4ª Revolução Industrial.

O objetivo do jogo é auxiliar gestores a compreenderem as tecnologias e habilidades relacionadas a esse conceito, com ações e estratégias de mercado para alavancar a empresa por meio da integração às novas tendências produtivas.

Os jogadores escolhem a carta que melhor representa a meta da empresa e a cada jogada podem adquirir “capacitações”: novas tecnologias, acessórios da área de internet das coisas, funcionários especialistas, e outros produtos e ações escolhidos de forma estratégica para que o plano de negócio da equipe tenha sucesso.

Com uma temática inédita no Brasil, o game pode ser jogado em cerca de quatro horas. Os cientistas criaram cartas com diferentes objetivos para abranger empresas dos mais variados segmentos.

O jogo proporciona um entendimento melhor pelas empresas das tecnologias disponíveis para essa nova etapa do negócio e como elas se relacionam com os objetivos da companhia. Assim, é possível rever caminhos e investir recursos de forma muito mais efetiva.

Um importante ponto positivo relatado pelos participantes foi a diversão, fator fundamental para absorção de conteúdo. Se você se interessou em aplicar o jogo em sua empresa, obtenha mais informações no site do game: https://bdgamei40.wixsite.com/bgi40/?lang=pt

(Fonte: http://www.saocarlos.usp.br/jogo-de-tabuleiro-gera-conhecimento-para-empresas-ampliarem-o-negocio/)

Esses exemplos de sucesso confirmam que a gamificação é uma ferramenta de engajamento muito eficiente e traz ótimos resultados. Descubra o que essa estratégia pode fazer por sua empresa, venha conversar conosco.

Texto por Fabiola Iunck
Foto de Pixabay no Pexels