Plano de treinamento para empresas: 5 dicas de como planejar e montar o seu

Plano de treinamento para empresas: 5 dicas de como planejar e montar o seu

Programas de treinamentos são processos internos essenciais para o funcionamento eficaz de uma empresa. Eles auxiliam a empresa a capacitar os colaboradores, os permitindo estar mais preparados para lidar com suas atividades diárias.

O plano de treinamento oferece um impacto a longo prazo, buscando treinar e desenvolver habilidades técnicas e interpessoais dos colaboradores.

Quer saber cinco dicas para te ajudar a planejar um treinamento eficaz e que também atende a todas as necessidades da sua empresa? Continue lendo e confira!

1 – Descubra as necessidades da sua organização

É imprescindível definir que tipos de objetivos a empresa espera alcançar ao realizar um treinamento, seja desenvolver uma competência específica nos funcionários ou preparar um colaborador para assumir um novo cargo. Por isso, é recomendado realizar o levantamento das necessidades de treinamento.

Nesse levantamento podem ser feitos relatórios com os treinamentos e cursos que a empresa precisa e as informações pertinentes a cada um, desde o preço e duração até o objetivo.

Esses relatórios poderão então serem utilizados para analisar cada situação em que a empresa se encontra. Ah, nunca se esqueça de levar em conta a situação financeira da companhia, ok?

2 – Essas necessidades são passadas ou futuras?

Além de identificar as necessidades, é importante dividi-las em dois grupos distintos: passadas e futuras. As necessidades passadas envolvem situações que já aconteceram e prejudicaram a empresa, como falhas na comunicação, baixa produtividade, desperdício de recursos e reclamações de clientes. Nesse tipo de situação, o treinamento será uma forma de evitar que essas situações aconteçam novamente.

Já as necessidades futuras envolvem situações, como a contratação de novos colaboradores, implementação de um novo sistema, expansão da empresa. São necessidades que envolvem situações que ainda vão acontecer e que o treinamento irá ajudar a equipe a passar por elas.

3 – Imaginando o plano na prática

Antes de colocar o plano em prática, descubra as respostas dessas perguntas:

  • Quantos treinamentos a empresa precisa?
  • Quantos funcionários precisam realizar cada capacitação?
  • Qual a duração?
  • Quando os treinamentos devem ser realizados?
  • Qual o conteúdo ensinado em casa um deles?
  • Qual será o custo deste investimento?

Todas as respostas podem ser inseridas no relatório citado no item 2 para lhe ajudar a criar um plano de treinamento empresarial de forma mais eficaz.

4 – Treinamento em execução

A tão esperada hora de colocar em prática todo o planejamento finalmente chegou. Nesse momento, algumas ações que podem ser tomadas são:

  • Delegação de funções para que cada funcionário (geralmente do departamento de RH) cuide de um detalhe relacionado ao treinamento.
  • Converse com os responsáveis pela realização do treinamento para alinhar objetivos e analisar o material que será utilizado.
  • Prepare os recursos
  • Divulgue para todos os colaboradores a programação de treinamentos.
  • Acompanhe a realização dos treinamentos para resolver qualquer problema que aparecer.

5 – Avalie se todos os frutos plantados foram colhidos

Depois que o treinamento for realizado, é importante avaliar o que os colaboradores absorveram do que foi ensinado, se o conteúdo foi relevante para o trabalho deles, se a metodologia foi eficaz, entre outras preocupações.

Achou muito complicado? Que tal aplicar um questionário logo após o curso? Dessa maneira, você conseguirá medir os resultados e verificar se foi um bom investimento.

Agora que você aprendeu os passos para montar seu planejamento de treinamentos empresariais, está na hora de colocar o plano em prática! Capacite os colaboradores, os auxilie a desenvolver seus talentos e conquiste resultados positivos em sua empresa!