Educação Corporativa x Treinamento

Educação Corporativa x Treinamento

Entenda as diferenças e faça a melhor escolha para sua empresa 

Toda forma de capacitar colaboradores é eficaz para as empresas e cada modelo de capacitação possui suas vantagens. E o mais importante a ser considerado pela equipe é a experiência e a aprendizagem adquiridas. 

Neste artigo, você vai conhecer as principais diferenças entre o Treinamento Convencional e a Educação Corporativa e, no final, você vai saber em qual capacitação é mais viável investir e qual delas pode trazer maiores benefícios para sua empresa. 

Por que investir em capacitação? 

De forma geral, o treinamento convencional procura atender às necessidades pontuais identificadas nos departamentos, colaboradores ou gestores. Nele, as competências e habilidades são trabalhadas com uma visão de curto prazo. 

Já na Educação Corporativa, as ações são voltadas para as estratégias continuadas do negócio. Aqui, o desenvolvimento das competências dos colaboradores, fornecedores ou clientes acontece em longo prazo, com foco no aumento da produtividade e competitividade da organização. 

Esse é um dos maiores benefícios do investimento neste tipo de capacitação. Não se trata apenas de melhorar a produtividade individual dos colaboradores, mas sim de desenvolver a equipe de um modo duradouro nas diversas áreas da empresa. 

O ambiente faz a diferença 

As ações do treinamento convencional acontecem, geralmente, em ambientes menores, como as salas de aula. Na Educação Corporativa, os ambientes podem ser mais diversificados. 

Além das salas de aula, ambientes virtuais podem e devem ser bastante explorados, já que favorecem um trânsito mais ágil das informações, disseminam o conhecimento para um número maior de pessoas, eliminando a barreira da distância. 

Essa é uma necessidade cada vez mais presente na era do conhecimento, principalmente neste atual momento que estamos vivendo. Pesquisa nacional realizada pelo DataSenado diz que cerca de 21 milhões de cidadãos já trabalharam ou trabalham de forma remota.  

Desse total, cerca de dois terços, ou 14 milhões de brasileiros, afirmam que o trabalho nessa modalidade se deu em razão do isolamento social causado pela pandemia do novo coronavírus. (Agência Senado) 

Outro estudo recente, elaborado pela Fundação Instituto de Administração (FIA), concluiu que o trabalho em casa foi estratégia adotada por 46% das empresas brasileiras durante a pandemia.  

Na Pesquisa Gestão de Pessoas na Crise Covid-19, para 50% das empresas a experiência com o teletrabalho superou as expectativas, 34% querem continuar com o home office para até 25% do quadro e 29% quer mantê-lo para pelo menos 50% ou até todos os funcionários. (Agência Brasil) 

Tipo de conteúdo 

Durante uma capacitação, é necessário escolher ferramentas que fazem com que o colaborador perceba o valor do Treinamento e Desenvolvimento oferecido pela empresa onde ele trabalha. 

Mesmo nos treinamentos convencionais, aposte em uma relação estratégica dentro dos objetivos da empresa. Abuse de materiais interessantes, capazes de despertar ideias aplicáveis às necessidades do local e que proporcionem resultados mensuráveis. 

Com relação à Educação Corporativa, o colaborador participa do processo com a aquisição do chamado conhecimento ativo. Trata-se de uma responsabilidade conjunta entre empresa e seus colaboradores. 

Todo o programa na Educação Corporativa é concebido com o objetivo claro de promover a vantagem competitiva e o desenvolvimento sustentável de toda a organização. 

Benefícios e focos 

Com relação ao comportamento do colaborador durante a capacitação, no treinamento convencional ele fica numa atitude mais passiva e as participações nas ações ficam mais restritas ao funcionário mesmo.  

Por outro lado, na Educação Corporativa, os funcionários participam de maneira ativa de todo o processo e tanto eles, como os clientes, parceiros e fornecedores fazem parte da estratégia de desenvolvimento da empresa. 

O autodesenvolvimento e o auto-aprendizado são características essenciais nesta fase, com o trabalho todo voltado para as competências críticas que afetam todas as áreas do negócio. 

A metodologia da Educação Corporativa permite cumprir os objetivos e metas traçadas pela empresa, preparando os profissionais envolvidos neste processo para atingir uma alta produtividade. 

Conheça agora as principais vantagens da Educação Corporativa: 

  • Engajamento e motivação dos colaboradores; 
  • Desenvolvimento das habilidades profissionais e pessoais; 
  • Identificação de potenciais líderes na equipe de trabalho; 
  • Melhoria do clima organizacional; 

  • Fortalecimento da vantagem competitiva do negócio. 

Principais diferenças 

TREINAMENTO CONVENCIONAL x EDUCAÇÃO CORPORATIVA 

Trabalha as competências individuais x Trabalha as competências críticas do negócio 

O Treinamento e Desenvolvimento é voltado para as competências individuais, com o treinamento de alguma habilidade e, em geral, que tenha relação com o local de trabalho do colaborador. 

Na Educação Corporativa, a capacitação é voltada para as competências críticas do negócio como um todo, não ficando restrita somente ao ambiente de trabalho. 

Ênfase nas necessidades pontuais e individuais dos colaboradores x Ênfase nas necessidades estratégicas contínuas do negócio 

O treinamento convencional trabalha as necessidades pontuais dos funcionários. Por exemplo, se a equipe está passando por um problema, mudança ou nova fase, será realizado um treinamento para que cada pessoa consiga superar ou aprimorar aquela necessidade específica. 

Já a Educação Corporativa enfatiza as necessidades estratégicas e contínuas do negócio. Ela não visa somente àquela dificuldade momentânea, mas sim todas as necessidades que a empresa possa vir a ter. 

Foco em melhorar as habilidades e competências, com visão de curto prazo x Foco no aumento da competitividade e produtividade, com visão de longo prazo 

O treinamento convencional tem o objetivo de melhorar as competências e aumentar a produtividade do funcionário. Todas as ações são pensadas em um curto prazo para alcançar um resultado direto e rápido. 

Já na Educação Corporativa, além da produtividade, o foco é aumentar a competitividade do colaborador. E como essa ação é um processo a ser seguido constantemente, sempre será pensado em um longo prazo. 

Aprendizagem passiva x Aprendizagem ativa 

No treinamento, o professor ou gestor é o detentor do conhecimento que irá entregar ao aluno.  

Na Educação Corporativa, ele é um facilitador do processo de busca pela aprendizagem de forma integrada, ampla e ativa. 

Agora que você já conhece as principais diferenças entre o Treinamento Convencional e a Educação Corporativa, escolha a que melhor se encaixa nos objetivos e necessidades de sua empresa. E se precisar de ajuda, pode contar com a gente.